Redução de custos em operações de importação - Parte 2


No último artigo foi citado 5 maneiras de reduzir os custos em uma operação de importação, foram elas:


  • Relacionamento com fornecedor;

  • Benefícios fiscais;

  • Consolidação de carga;

  • Redestinação;

  • Atenção nas documentações e seus prazos.


Esse artigo indicará mais 5 tópicos de como reduzir os custos em empresas de comércio exterior.


1- Acompanhe indicadores de desempenho (KPI)


Os KPI (Key Performance Indicator), ou indicador chave de desempenho, são dados relevantes para análises e a realização de objetivos. Nesse caso, o objetivo é a redução de custos, portanto, devem ser analisados diferentes relatórios para entender onde custos podem ser reduzidos e se há saúde financeira nas operações.


O acompanhamento dos indicadores de desempenho é primordial para realizar qualquer redução de custos, para verificar se há conhecimento de todos os custos do negócio, qual será o impacto e consequências cortando determinado custo e quais setores internos e externos da empresa serão afetados.


No comércio exterior, há diversos indicadores chaves que podem ser analisados, principalmente em caso de risco, como retificações e perdas de prazo.


Utilize a plataforma da UXComex e emita os relatórios variados conforme informações lançadas em sistema.


  • Follow-UP

  • Controle de processos

  • Lucro, custos e rendimentos de processos

  • Comissão de vendedores

  • Chegada de Navios

  • Dashboards


2 - Tecnologia


A utilização da tecnologia é fundamental nos dias de hoje, para organizar, gerir e integrar dados e informações dos processos.


A automatização e Big Data devem fazer parte do dia a dia dos players de comércio exterior, que todos os dias recebem um grande volume e variedade de informações que devem ser analisadas, interpretadas e a partir delas uma decisão deve ser tomada.


Com as ferramentas citadas acima, o colaborador que perdia muito tempo preparando e enviando follow-ups e e-mails para seus clientes, pode focar seu tempo na atividade principal da empresa e aumentar sua produtividade consideravelmente.


Além disso, a tecnologia reduz drasticamente os erros dentro de uma empresa, e sabemos que erros no comércio exterior é igual a prejuízo.


O sistema da UxComex proporciona tecnologia de automação e big data para especialmente para agentes de carga.


2 - Negociação do câmbio;


A negociação do câmbio e spread no momento da cotação é muito importante para que exista transparência nos custos a serem pagos. Apesar de nem sempre conseguir congelar o câmbio em negociações com companhias de transporte e co-loaders, é importante saber exatamente qual será o spread determinado por ela no momento do pagamento.



4- Domine a legislação;

Erros no comércio exterior podem gerar muitos prejuízos, portanto sempre domine a legislação vigente para evitar erros em documentações e na operação.


O domínio da legislação pode ajudar a encontrar formas para a redução de custos e como evitar custos e despesas desnecessários.



5- Estímulo à criatividade dos colaboradores;


A capacitação dos funcionários é de extrema importância para que cada um entenda o que fazer, como fazer, quando e principalmente PORQUE fazer. Cada colaborador deve estar alinhado com o propósito da empresa.


Após a capacitação, o estímulo e abertura para a criatividade de cada colaborador deve acontecer para que novas ideias entrem na empresa. Muitas vezes os funcionários possuem estratégias para otimização de processos, redução de custos, solução de problemas, porém não possuem espaço para compartilhar na corporação.


Leia: Como aplicar Designer Thinking no comércio exterior



Artigo escrito por Kauana Benthien A. Pacheco
Para a UxComex

Kauana tem seis anos de experiência no comex, é formada em Negócios Internacionais e cursa pós graduação em Big Data & Market Intelligence. É criadora da página de conteúdo sobre comércio exterior, ComexLand, onde escreve sobre economia global e comércio internacional.


5 visualizações