Importador, transforme dados em lucro com Big Data

Observando tendências para profissionais e empresas de comércio exterior, a presença da inovação e tecnologia é indispensável, principalmente Big Data, que é fundamental para ter sucesso no mercado.


Em diversos artigos aqui no blog foi citado o que é, os benefícios e até mesmo um dicionário especializado em termos do Big Data, porém esse artigo tem como objetivo citar as principais aplicabilidades no comércio internacional e como os players podem transformar os dados em lucro.


No princípio, os principais produtos que iniciaram as relações do brasil com o estrangeiro e abriram o comércio exterior, foram respectivamente, o pau brasil, açúcar, ouro e café. Isso só foi possível, pois registros (dados) foram realizados, e informações foram enviadas a países europeus.


Hoje milhares de registros são utilizados por exportadores, importadores, companhias de transporte, complexos portuários e aeroportuários, a fim de cada vez mais otimizar operações logísticas.


Os dados transformados em informação sempre foram importantes para as negociações internacionais, é através deles que os players são capazes de definir estratégias para atingir novos mercados, negociar melhores tarifas de frete e realizar acordos proveitosos.


“Informação é a resultante do processamento, manipulação e organização de dados.

Na área de comércio exterior há um gigante fluxo informações e registros, onde são recebidos de diversas fontes diferentes, a todo o momento e nem sempre de forma organizada. O profissional compromete grande parte da sua jornada de trabalho tentando interpretar diferentes referências recebidas, analisar e tomar uma ação assertiva mediante a elas.


O Big Data Analysis consiste na coleta de dados de diferentes origens, a organização desses dados e por fim a apresentação desses dados através de informações em relatórios, dashboards e infográficos.


Isso facilita o dia a dia do importador, que ao invés de realizar suas pesquisas de mercado manualmente, pode contar com uma tecnologia avançada e segura, otimizando seu tempo em aplicar para seu para seu negócio.


Definindo estratégias a partir da análise de dados


Há 4 pilares fundamentais para a definição da estratégia a partir de dados, são eles: Clientes, fornecedores, concorrência e a operação logística.


Clientes

O maior objetivo do importador é a satisfação de seu cliente, com o Big Data é possível conhecer as reais necessidades de seu cliente, qual o target que ele deseja alcançar, quais são os produtos que mais demandam, e porque estão procurando algo em mercado externo. Dessa forma é possível melhorar a prospecção de clientes e gerar novos negócios.


  • Fornecedores

A busca por fornecedores pode se tornar uma etapa desgastante para qualquer importador, são diversos estudos, protocolos, peculiaridades e pesquisas e testes necessários para firmar uma parceria, é possível ampliar o acesso a fornecedores em diversos ramos do comércio exterior nacional e internacionalmente.


Depender de informações de terceiros pode prejudicar e atrasar diversos procedimento internos, é possível receber as informações em primeira mão e com mais velocidade através de tracking automatizados e monitoramento de frete internacional em tempo real.


  • Operação logística


A operação logística principalmente no Brasil é muito burocrática, e qualquer erro ou atraso podem trazer muitos prejuízos como demurrage, bloqueios desnecessários, desgaste comercial e multas.



  • Concorrência

No artigo “Estratégias para planejar seu Comércio Exterior em 2020” foi citado uma frase de Sun Tzu, sobre a análise da concorrência muito valiosa para os players de comércio exterior:


“A suprema arte da guerra é derrotar seu inimigo sem lutar”


Com BigData é possível realizar a análise de sua concorrência através de dados disponíveis no mercado e assim criar estratégias com previsibilidade e identificar fatores chaves que destacam seu concorrente no mercado nacional e internacional.


Os benefícios


Com o Big Data a resolução de problemas enfrentadas por players de comércio exterior se dá de forma muito mais ágil, é possível acompanhar, rastrear, analisar e conhecer a relação do Brasil com o mundo facilmente, dessa forma otimizando as estratégias de mercado da empresa e gerando valor a toda equipe através de conhecimento mercadológico.


Conhecer profundamente clientes, operações, fornecedores e concorrência é a chave do sucesso tanto para empresa quanto para profissionais.


Artigo escrito por Kauana Pacheco para a LogComex


Kauana Pacheco tem seis anos de experiência no comex, é formada em Negócios Internacionais e cursa pós graduação em Big Data & Market Intelligence. Produz conteúdo sobre o mercado internacional, comércio exterior e relações internacionais.


20 visualizações