4 pilares para escolher um fornecedor logístico



A escolha do fornecedor logístico é a etapa mais importante para se ter sucesso em uma operação logística, seja essa operação importação ou exportação. São diversos fatores que devem ser analisados, além do custo que, erroneamente, é priorizado em BIDs e cotações no comércio exterior.


Neste artigo será avaliado 4 sentenças que precisam ser consideradas no momento de escolha de um fornecedor logístico.


Preço baixo não garante a qualidade da entrega.

E é com essa sentença que iniciamos o primeiro aspecto que deve ser analisado ao se escolher um fornecedor logístico. A palavra BID significa “dar lances” ou ofertar algo, porém analisar apenas custos, nesse leilão, pode ser uma grande armadilha para o contratante.


O baixo custo não garante a qualidade do serviço, e isso é muito sério quando se trata de logística. A escolha errada da empresa que será responsável pelo embarque, além de trazer desgastes e atrasos, pode gerar prejuízos imensuráveis nas operações.


Por esse motivo, antes de decidir um fornecedor logístico, tenha certeza que ele terá excelência no serviço oferecido, e mais do que isso, que transmita confiança.


Antes de realizar a operação, é difícil mensurar se a empresa é de confiança. Para não existir dificuldades posteriores, busque por recomendações, solicite referências da empresa, e examine, se o possível fornecedor, possui certificação OEA, isso garantirá que as operações da empresa são idôneas perante a Receita Federal.


E o mais importante, a análise de quanto tempo essa empresa está no mercado. Considerado o mais importante, pois através desse tópico, é possível mensurar todos os desafios e adversidades que essa empresa já enfrentou durante diferentes tempos na política, na economia, nas tecnologias e no cenário internacional.


Maturidade da empresa deve andar ao lado de tecnologia e inovação.

O segundo tópico deste artigo, reconhece que a tradicionalidade e experiência devem caminhar junto com as novas tecnologias e a inovação.


O fornecedor logístico, será responsável por transmitir muitas informações ao longo dos processos, portanto, antes de escolher determinada empresa logística, garanta que ela possui tecnologia suficiente para extrair, organizar, armazenar e transformar cada dado do seu processo em informação útil, e em curto espaço de tempo.



O comércio exterior é baseado em detalhes e dados.

Na escolha por um fornecedor logístico, deve ser mensurado quanto esse fornecedor está disposto a acatar as particularidades do embarque e a capacidade de considerar cada embarque como único. Afinal, em operações logísticas o volume de informações é muito grande, e de forma alguma a informação de um embarque deve ser suposta para outro.


Mas, como garantir que isso seja cumprido? Não se esqueça, que apesar de toda tecnologia que o fornecedor possa entregar, quem realizará o customer service serão pessoas pertencentes a uma equipe. Portanto, é importante conhecer e se comunicar com gestores e supervisores sobre as peculiaridades dos processos e verificar se essa equipe é capaz de suprir as demandas da empresa.


Integração é a chave do sucesso em trâmites logísticos.

A integração e comunicação entre empresas e departamentos é essencial para o sucesso de trâmites logísticos. Todas as informações devem ser claras e precisas entre fornecedor e a empresa contratante. Para tentar prever como se dará essa comunicação, busque entender quais são os procedimentos adotados pelo possível fornecedor.


Opte por fornecedores que possam te entregar a operação completa, da origem até a chegada da carga no destino, isso evitará transtornos de comunicação entre diversas empresas diferentes, além de otimizar o tempo de ambas as partes.


Agora é com você! Já sabe como escolher um fornecedor logístico?


Compartilhe esse artigo com outros profissionais do comex!


Artigo escrito por Kauana Pacheco para a Pinho International Logistics


5 visualizações